Em terra de chapinha quem tem cachos é…

Oi gente! Estou eu aqui de novo para falar sobre cabelo!

Você com certeza já ouviu a frase: Em terra de chapinha,quem tem cachos é RAINHA.  E eu digo que não, quem é cacheada não é rainha,não é melhor do que sua amiga alisada,ou a lisa natural,que a ruiva,que a que usa tranças,que a loira,natural ou não,que as que usam peruca,que as que são carecas,inclusive.Sim,tem muitas mulheres que perderam seus lindos cabelos pra poder lutar pela vida.Admiro e apoio! E também existem culturas em que as mulheres raspam o cabelo e são lindas!

Eu já falei aqui no blog a respeito de preconceito,que infelizmente muitos acham que cabelo crespo é ruim, e preconceito é uma coisa tão difícil de combater. Até porque é difícil alguém reconhecer que lá no fundo tem preconceito.Então somente o Reino de Deus mesmo poderá acabar definitivamente com o preconceito.Mas admiro ações de pessoas como o Rodrigo Goecks,que lançou o livro “Cabelo bom é o quê? e distribuiu numa escola para as crianças aprenderem a se valorizar e a respeitar a beleza alheia. E com a ideia de tornar esse livro parte do material didático.

unnamed-1.jpg

E sabe,é muito bom o que as indústrias estão fazendo,trazendo produtos de qualidade para as crespas e cacheadas. Nunca vi cacheados e crespos tão lindos como de uns tempos pra cá. O MEU cabelo nunca foi tão bonito,na minha opinião. Mas gente,será que não estamos exagerando na dose,não? Tentar abrir um pouquinho a mente das pessoas ao seu redor é uma coisa. Impor é outra. Já vi amigas reclamando da pressão que elas sofrem pra voltar aos cachos ou crespos. Mas gente,cabelo é auto estima,é se olhar no espelho todo dia, e tem mulheres que NÃO QUEREM voltar aos cachos,elas acham que não combina com elas,não querem passar pela transição. Alisaram o cabelo porque quiseram se sentir bonitas. Assim como uma cacheada pinta o cabelo ou faz luzes; assim como usamos maquiagem pra mudar ou destacar algo no nosso rosto porque queremos nos sentir bonitas. Eu gosto do meu cabelo liso também,mas se tiver volume. Mas tem gente que não.E gosto é gosto.

wp-1459641628239.jpgSerá que não estaríamos saindo de uma ditadura e entrando em outra? Se eu sou crespa,não posso relaxar  o cabelo,diminuir o volume,fazer um botox. Tenho que usar ele do jeito que nasci. Aí já começo a olhar torto quem alisa o cabelo. E falo pras meninas fazer BC ( Big Chop ou Grande Corte). Mas a realidade é que nem sempre um BC fica legal,nem todos os rostos combinam com cabelo extremamente curto. E aí a menina passou anos alisando o cabelo porque disseram pra ela que o cabelo dela era ruim.E agora ela passa anos esperando ele crescer. Desesperada atrás de produtos para acelerar o crescimento, e ainda lidando com o fator encolhimento. Longe de mim,dizer que quem faz isso está errado. Tem meninas que ficam lindas e passam por isso super de boa.Mas o que quero dizer é que cabelo é uma coisa pessoal.E certas decisões tem que ser pesadas,não simplesmente porque alguém disse que tem que fazer. E que ás vezes,na ânsia de lutar pela igualdade e respeito,acabamos exagerando na dose e desmerecendo outras belezas. E muitas meninas,não todas, radicalizam por acharem que são obrigadas a usar seu cabelo natural pra ficarem bonitas e impõem isso para outras.

E quem faz fitagem ,usa ativador de cachos,como eu,não está usando seu cabelo natural,pois a gente não deixa de estar transformando nosso cabelo de alguma forma porque o cabelo cacheado tem dias que quer cachear e tem dias que não.Até dizemos que tem vida própria rs.O que acho mais legal é um cabelo bem hidratado,cuidado e pra isso não é preciso gastar muito dinheiro.Há muitas receitinhas baratas pra cuidar dos fios.Para alguns o cacho é moda,pra outros é a oportunidade de se libertar do preconceito e se aceitar. Cada um tem seus motivos e não podemos julgar,não é verdade?

Então girl,lisa natural ou com química,loira ou morena,crespa ou cacheada,ruiva,com ou sem cabelo,somos TODAS RAINHAS!

Abaixo qualquer tipo de ditadura e desmerecimento do que é diferente da gente!

Somos todas lindas!

 

Beijos! ❤

Anúncios

Blogueiro ou Influenciador Digital?

Hi honeys! Tudo bem aí do outro lado?

Hoje o post não é sobre nenhum produto super legal que vou indicar pra vocês,porque de fato amei (e ninguém me pagou pra dizer que é bom). Hoje o asssunto é outro.Você já deve ter visto em muitos “Instagrans” da vida as palavras “Blogger/Blogueiro(a)” ou “Digital Influencer/ Influenciador(a) digital”. Existe alguma diferença? A resposta é… não. Não vou me adentrar em assuntos técnicos,mas vou falar como uma leitora de vários blogs(sim,para fazer boas postagens tenho que pesquisar e os blogs me ajudam muito,oh como ajudam!). Mas de onde vem a palavra blog?

Blog é uma palavra que resulta da simplificação do termo weblog. Este, por sua vez, é resultante da justaposição das palavras da língua inglesa web e log. Web aparece aqui com o significado de rede (da internet) enquanto que log é utilizado para designar o registro de atividade ou desempenho regular de algo. Numa tradução livre podemos definir blog como um diário online.-http://www.significados.com.br/blog/

pesquisa nails e afins.jpg

Mas tirando a origem da palavra e indo pra parte prática, se uma pessoa tem uma página na net (vinda do Blogger ou WordPress) e publica regularmente conteúdos úteis nela,ela pode ser chamada de blogueiro(a). Ou Influenciador Digital. Influenciador? Sim! Quantas vezes nós estamos na dúvida se compramos ou não determinado produto,compramos o ingresso pra algum filme,programamos uma viagem mas antes damos uma passadinha lá no Google e damos uma pesquisada? E o que encontramos lá? Vários blogueiros falando suas opiniões e por causa dessa opinião fazemos nossa escolha. Quem nunca? Eu sempre! Então de alguma forma somos influenciados,sim,pelas opiniões deles.

Então hoje o termo Influenciador Digital está se tornando cada vez mais comum,pois explica o que acontece. As pessoas recorrem muito aos “blogs” para tomarem decisões com relação a compras de produtos e serviços e sugestões sobre uma infinidade de assuntos.E o que seria de mim (de nós) sem os Youtubers? Quanta coisa aprendi com eles (principalmente como cuidar do meu cabelo)! E por isso as empresas têm cada vez mais olhado pra nós,influenciadores digitais,até mesmo levando em conta nossa opinião na hora de lançar seus produtos,porque sabem que  temos um contato melhor com nossos leitores,pois além do blog ou site nós interagimos através de várias redes sociais,com uma capacidade incrível de influenciar para o bem.

pesquisa nails e afins 2.jpg

E muito trabalho está envolvido em ser um Influenciador Digital.Requer tempo, bom conteúdo, pesquisa. Como disse minha amiga também Influenciadora Digital,a Blenda do Liberdade Fashion,somos como um “guia de compras”. É muita responsabilidade e trabalho duro,falar nossa verdadeira opinião sobre um assunto ou produto,ler rótulos,estar informadas,participar de eventos,investir no blog,não falar besteira…rs…e muito mais! Ainda vou contar pra vocês como faço minhas resenhas.

Então é isso, queridos, não estranhem quando abrirem meu Instagram e estiver escrito lá “Digital Influencer”. Lembrem desse post!

Beijos e até a breve! ❤