Não,meu cabelo não está na moda

image

Hi Boys and Girls! Faz tempo que não apareço por aqui,né? Não consegui ter tempo de escrever e por isso estava apenas no Instablog. Mas hoje, ao assistir um vídeo da querida linda blogueira Sarah Oliveira tive vontade de escrever sobre um assunto que há muito tempo me incomoda.

Mas primeiro vou explicar um pouquinho a história do meu cabelo.

Meu cabelo é crespo e desde os 13 anos de idade aderia ao relaxamento para diminuir o volume dele,que incomodava mais aos outros do que a mim. E esse incômodo gerava bullying na escola,e nenhuma menina de 12,13 anos quer ser chamada disso ou daquilo de modo pejorativo por causa do seu cabelo. Mas eu era feliz sabe com meus cachinhos mais soltinhos depois de relaxados. Porém, na época o mercado carecia muito de produtos para definir cachos e a única coisa que tirava o frizz eram aqueles finalizadores mega gordurosos com efeito molhado ou a própria água. Sim, no intervalo da escola eu corria para o banheiro para molhar o cabelo. E foi assim por muitos anos. Até que inventaram a progressiva e acabei fazendo,achando que seria mais prático cuidar do cabelo,mas me arrependi porque meu cabelo cresce rápido e eu tinha que voltar muito rápido ao cabeleireiro. Até que decidi voltar ao relaxamento, fazer cortes repicados que davam volume e naturalidade e acreditem,muita gente achava que meu cabelo era liso com ondas,volume. Cabelo escorrido eu sabia que não tinha nada a ver comigo,por isso mesmo liso eu fazia de tudo pra ele ficar com ondas nas pontas.

Até que nos últimos 4 anos decidi não alisar mais,apenas fazer escova e ir cortando pra tirar todo o resto de progressiva que tinha e ás vezes eu relaxava pra facilitar a escova. Até que saiu tudo e assumi meus cachos,confesso que fiquei assustada pois tinha feito luzes e meu cabelo estava muito,muito ressecado. Pensei em desistir. Mas minha irmã que é cabeleireira e tem o cabelo igual ao meu me ensinou vários truques para umectar,nutrir e hidratar. E de repente descobri um mundo de produtos para cabelos cacheados,dos mais variados e várias blogueiras lindas,exibindo seus belos cachos e crespos e eu me perguntava: “em que planeta eu estava?” Hoje me encontrei,aprendi a lidar com meu cabelo,o que ele gosta e não gosta e olho no espelho e penso : essa sou eu. Como diz a Ray Nicácio,”nascemos com o rosto certo para o tipo de cabelo que temos”.

Mas aí entrou outra questão,quase todas as vezes que alguém vem elogiar meu cabelo, solta a frase : ” Está na moda,né?” E eu educadamente,explico pra pessoa que faz anos que estou tentando voltar aos meus cachos e que só escondia ele na escova porque uma parte estava lisa,não dava pra usar assim,pelo menos eu não queria usar assim. Mas aí vendo o vídeo da Sarah ela falou EXATAMENTE  o que eu penso: “Não,meu cabelo não está na moda,porque moda é algo passageiro,e cabelo a gente nasce com ele”.O fato é que nunca houve tantos produtos para cabelo cacheado,crespo,nunca se falou tanto no assunto como agora,mas ainda estamos distantes da aceitação natural dos nossos cabelos. Ainda existe o “cabelo ruim” e o “cabelo bom”. Por que cabelo ruim? Te fez algum mal? Cabelo bom é aquele que te deixa feliz,seja do jeito que for. Não sou contra nenhum tipo de alisamento,relaxamento,etc. O importante é a gente se olhar no espelho e se sentir feliz. Então gente,meu cabelo não está na moda,assim como minha cor não está na moda. Porque moda é algo que passa,mas meu DNA não.

Assistam o vídeo da Sarah,

Beijos da Dani!

 

 

Anúncios

5 comentários em “Não,meu cabelo não está na moda

  1. Acredito que todas nós passamos por isso… infelizmente apesar da voz que ganhamos e de nunca se ter falado tanto sobre isso, não foi o suficiente, é isso o que penso no momento, pois esse raciocínio é mais comum do que imaginamos, temos meninas em transição pensando exatamente dessa forma sobre si mesmas, “voltarei as origens pra ficar na moda”. Essa luta pela autoestima e representatividade não pode parar, não podemos parar de falar, se não vai ser encarado como moda mesmo..
    Dani, amei seu texto, não conhecia a Sarah, foi muito bom ter colocado como referencia. E principalmente foi muito bom ter abordado esse assunto. Assim como incomoda vc, me incomoda também e creio que a todas as gurias crespas e cacheadas neste mundo a fora rs.

    Beeeeeijos
    parabéns ^-^

    Curtido por 1 pessoa

    1. Que bom que gostou Carol! Sabe que quando algumas meninas me pedem sugestão pra entrar na transição, percebo q algumas logo desistem…talvez seja por moda mesmo, já outras precisam de coragem…e esse movimento todo tem ajudado muitas a aceitarem seus próprios cabelos e verem que cuidando deles, porque qualquer cabelo precisa de cuidados, fican lindos. Mas estamos longe mesmo da aceitação natural,não podemos parar de falar mesmo! 👸
      Beijosss!

      Curtir

  2. Pingback: Amo meu cabelo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s